MES3

• Sistema MES3
  - Servidor MES3
• Rastreabilidade
• Integração ERP

EPS - Enterprise Production Systems (Gerenciamento dos Sistemas Produtivos)

Com o aumento da demanda, e consequentemente da concorrência no mercado, muitas empresas se viram obrigadas a aperfeiçoar seus métodos de produção a fim de melhorar a eficiência e reduzir custos para manterem-se competitivas. Baseado nisto, a ideia passou a ser a automação do negócio, ao invés da simples automação de máquinas e/ou processos. Para tanto, se verificou a necessidade de integrar os softwares de produção com os softwares de gerenciamento, onde todos os índices de produção são coletados e transmitidos em tempo real aos setores envolvidos, permitindo uma análise detalhada dos “gargalos” e permitindo desta forma, a tomada de decisão imediata e precisa.

MES - Manufacturing Execution System (Sistema de Execução da Manufatura)

Ainda hoje a automação é, em sua maioria, feita em forma de células e processos que não se comunicam entre si devido a incompatibilidade de protocolos de comunicação. Seguindo no conceito de gerenciamento dos sistemas produtivos, surge o MES (Sistema de Execução da Manufatura), cuja função é coletar (em tempo real) os dados da produção, permitir a visualização do status dos recursos produtivos e distribuir informações como: desempenho operacional, alarmes de processo, histórico de eventos, rastreabilidade, entre outros, para que todos os setores estejam envolvidos (via intranet ou via internet, customizados conforme necessidade do cliente).

ERP - Enterprise Resource Planning (Planejamento de Recursos Empresariais)

O ERP (Planejamento de Recursos Empresariais) atinge o mais alto nível de controle e decisão da empresa por interligar, a produção com o sistema corporativo. Desta forma, as informações que trafegam em via dupla, permitem ao administrador programar uma receita (ou várias) para produção, e à medida que o processo ocorre automaticamente, há um retorno de informações que atualiza o estoque de matéria-prima. Isto permite ao administrador saber quando há necessidade de repor o estoque ou mesmo definir qual é o produto a ser produzido no momento em função da disponibilidade ou até mesmo do custo da matéria-prima. Em outro momento, possibilita uma resposta imediata caso haja um pedido extraordinário, pois o administrador sabe quanto ele possui de matéria-prima e a eficiência do seu processo, e assim consegue definir se pode ou não atender a solicitação.